terça-feira, 31 de março de 2015

Entrevista com Valentim de Souza - Autor de: VENTURAS E DESVENTURAS DE UM EX-ESQUERDISTA


Nascido em Natal (RN) no ano de 1934, morei nas capitais dos estados de RN, AL, PE, RJ e SP. Moro atualmente em São Paulo, Capital. Estudei na Universidade do Brasil, sediada no Rio de Janeiro, na época em que a cidade/estado era a Capital Federal. Cursei a Faculdade Nacional de Filosofia e Curso de Extensão Universitária de Jornalismo. na cadeira de Línguas Neo-latinas. Na linha de Educação Continuada cursei um Programa de Marketing para Executivos, na Universidade de New York (USA).


Trata-se de uma autobiografia, com relatos voltados para a atividade de política estudantil como dirigente de entidades representativas. Atuação também em atividades político-partidárias, sem pretensões eleitorais de plano pessoal.Reflexões sobre diversas fases da política nacional, desde a década de 1940 até os dias atuais.




Leia Mais ►

sexta-feira, 27 de março de 2015

Entrevista com Onivaldo Paiva - Autor de: A MORTE VISITA O QUILOMBO

Sou mineiro e moro em Uberlândia. Andei espalhando alguns contos e poesias por aí: pela internet, em jornais e em uma ou duas antologias na companhia de gente gabaritada na função de alinhavar palavras; entre os quais me misturei sem pudor com minhas linhas tortas como muitas vezes é a vida. Demorei a me dedicar à literatura, pois as exigências da vida me impeliram por outros caminhos, alguns tortuosos, outros nem tanto. Porém, pelas estradas que percorri, não me ficaram cicatrizes, mas sim fui guardando as belezas da vida, das coisas, da natureza e das pessoas. Enfim, do que bem ou mal aprendi, saiu-me este livro. Agora só me resta dizer: “Vá livro meu! Vá buscar quem te ame ou te odeie!” Aí vai o livro, se os leitores o aprovarem, outros livros sairão do embornal logo, logo.

Estórias de homens que muito cedo foram atropelados pela tragédia e o único caminho que conhecem para reagir é o da violência rápida e mortal. Homens que habitam um universo em que a honra se lava com sangue e matam por ninharias. Cada um tem suas histórias de amores intensos ou frustrados, e muitos desses amores com mulheres aguerridas ou traiçoeiras que lhes dão motivos para enveredar pelo crime. Neste mundo cheio de contradições, eles não passam de vítimas e algozes. Treinados nas artes de matar, foram contratados para resgatar a filha de um rico fazendeiro. E a matança começa...

“Porém, surpreendentemente, nem tudo neles é brutalidade: debaixo daquelas carrancas há sentimentos nobres, virtudes, sensibilidade e ética, lá ao modo deles e jamais hesitam em se sacrificar na defesa do mais fraco, sejam animais ou gente”.
Leia Mais ►

terça-feira, 24 de março de 2015

Entrevista com Rejane Machado - Autora de: ONDE FOI QUE NÓS PARAMOS? e O MÉDICO DAS FLORES

Carioca, é Professora de Literatura, Crítica Literária, Filologia Românica, Linguística, História da Arte, diversas atualizações e cursos de Didática e Metodologia, entre outros campos de estudo. Labutou em jornais e revistas de vários estados e continua a estudar pois como Sócrates, tem consciência de que, “nada sabe”. Tem dez livros publicados entre crônicas, contos, romances, ensaios históricos-literários, muitos prêmios literários. Dedica-se atualmente à crítica literária, com ênfase na Estilística e Crítica Textual. Espiritualista, acredita na Esperança e sobrevivência dos valores morais, estéticos, no poder transformador da Arte e da Ciência. Taurina, persistente, fidelíssima nas amizades; alegre, positiva.
Pertence á UBE /REBRA/CIFEFIL. Estuda Música e Canto erudito: Madrigal do Leme.

Comentários leves, em linguagem descontraída, sobre fatos comuns da vida: memorabilias,"fait-divers", observações sobre o cotidiano envolvendo música, literatura, uma pitada de filosofia, episódios cômicos da vida em família, um pouco de crítica literária-com uma visão positiva e alegre da vida.




No jardim da tia Sônia, passeando ao Sol, Raquel e as crianças assistem à recuperação de uma rosa desmaiada, feita por um gnomo-médico ajudado por sua enfermeira e  auxiliares. O Dr. Petrus e Violet ainda resolvem problemas de flores que brigam, besouros malcriados, etc. O pior vai ser quando as crianças tiverem que explicar à mãe deles o que acontece no jardim. Porque gente grande não é fácil...
Leia Mais ►

segunda-feira, 23 de março de 2015

Entrevista com Jogonoli - Autor de: O CORAÇÃO NEGRO

Jogonoli

Graduado em Ciência da Computação. Presidente do Centro Acadêmico Ada Byron, entre 2008 e 2011, no mesmo curso. Participou de projetos de pesquisa e extensão na graduação, entre os anos de 2008 e 2011. Na extensão, ministrava aulas de informática para a comunidade e em escolas da rede pública. Na pesquisa, atuava junto ao GSiD (Grupo de Sistemas Distribuídos) com projeto para a Web Semântica. Em 2012 ingressou no Programa CI-Brasil, mesmo ano em que recebera o prêmio (finalista) promovido pela Siemens Brasil. Desde 2013 atua na SMDH como Engenheiro de Verificação.

O Coração Negro
A vida na cidade universitária de Santa Maria-RS. O lado calmo das trilhas em Itaara, o trânsito, o parque Itaimbé, as festas e a tragédia que marcou para sempre o Sul do Brasil. O incêndio da Boate Kiss contado em três momentos- antes, durante e depois. O clima de tristeza presente junto a sensação de injustiça e luto. Luto que deu lugar a luta. Assim é a narrativa de Coração Negro, contada sob o olhar de um jovem de 23 anos que precisou dizer adeus (para sempre) a grandes amigos. Mas, como esquecer todos os momentos vividos? Se tudo aqui nos faz lembrar deles.

Leia Mais ►

sexta-feira, 20 de março de 2015

Entrevista com Davambe - Autor de: NHATSI - ELOS E LAÇOS

Davambe nasceu na cidade de Maputo, capital de Moçambique, em dois de janeiro de 1959, é pós-graduado em Engenharia de Software, Literatura e Estudos Linguísticos, é Consultor de TI e autor. Publicou os seguintes livros: Nhatsi Elos e Laços, A Sereia de Tupã, Tanto Lá Quanto Cá e o Segredo da Felismina.





Zefanias Kazembe, moçambicano que morava na cidade de Moamba, em Moçambique, estava diante de um lindo jardim, assistindo à passarinhada que conversava freneticamente enquanto construía ninhos na copa da árvore. Em outros ninhos nasciam filhotes. Ele os via ensaiando os primeiros voos. Ficava horas a fio vendo o espetáculo da copa de sua casa. Era dessa copa que assistia também à televisão reprisando os certames da Copa da África do Sul, mas ele agora andava com outras intenções. Um pensamento cruzou em alta velocidade e freou bruscamente, a reivindicar uma vaga para estacionar em sua cabeça. 'Queria assistir à Copa do Mundo de futebol no Brasil, ao vivo'. E assim Zefanias chega ao Brasil, de alguma maneira colocando para girar uma engrenagem que faz seu caminho cruzar com o de diversos personagens, do Brasil e da África, numa história que une passado, presente e futuro, tecnologia da informação e crenças ancestrais e discute, afinal, o que é desonestidade, não aquela que aparece no noticiário de TV envolvendo figurões, mas a outra, não menos presente e importante, levada a cabo por gente comum, que deveria combatê-la nos atos simples do dia a dia.
Leia Mais ►

quinta-feira, 19 de março de 2015

Entrevista com Clelia Benedita de Queiroz Dalpino - Autora de: A IMPERATRIZ DO BRASIL NÃO COROADA - DOMITILA DE CASTRO CANTO E MELLO


Professora primária natural de Novo Horizonte- Estado de São de Paulo. Iniciou os trabalhos de psicografia em 1992.
Com formação em Metafisica da Saúde, Cromoterapia e Reiki Nível II.

Bancária aposentada.





Obra psicografada sobra a vida de Domitila de Castro Canto e Mello, a Marquesa de Santos. A obra contém relatos sobre fatos e pessoas que tiveram participação durante o Primeiro Reinado do Brasil.
A obra narra os fatos ocorridos no período do Primeiro Reinado do Brasil, através de relatos psicografados por irmãos desencarnados e que foram os personagens que marcaram aquele período.

Leia Mais ►

quarta-feira, 18 de março de 2015

Entrevista com Tânia Tonelli - Autora de: EDUCAÇÃO ESCOLAR BRASILEIRA

Escrever contos, artigos e livros são o meu hobby preferido. Tenho dois livros publicados pela Editora Scortecci: Educação Escolar Brasileira - Contos e Heroísmo Filantrópico. Tenho 30 contos publicados em antologias.
Para divulgar o meu trabalho tenho um site onde publico meus contos, livros, artigos e poesias. Desejando acessa-lo para se divertir:
A leitura de boas obras nos revela os segredos do mundo e a nossa cidadania.

O Livro Educação Escolar Brasileira - Contos possui artigos e contos analisando os estudos escolares. São importantes as discussões sobre a educação escolar, suas metas e objetivos. Antes de criticá-la é necessário colaborar para as qualificações dos estudos. O futuro da sociedade brasileira está nas creches, escolas de ensino fundamental e médio e nas universidades. Os alunos precisam ser preparados na educação escolar para utilizarem suas ideias pelo bem comum e serem lutadores, sonhadores e construtores de uma sociedade mais justa.
Leia Mais ►

terça-feira, 17 de março de 2015

Entrevista com Gina Barros - Autora de: TEMPESTADE INTERIOR

Gina Barros
Nasceu em Rio Verde-Go, em 16-10-61. Artista Plástica, poeta e escritora.
Premio de publicação nas seguintes Antologias: - Nova Poesia Brasileira 1987 e Poetas Brasileiros de Hoje 1989 pela Shogun Editora e Arte Ltda. 1º Concurso de Literatura Grandes Escritores da Região Centro Oeste - 1999, Anuário dos Escritores 2001 e Universo de Amor 2003 pela Casa do Novo Autor Editora. 2º Premio do 1º concurso  de poesia "Consciência Aberta" em Rio Verde - Go e 4º lugar no Festival de Artes de Inhumas - Go, Gremi 2004.


É um livro onde dúvidas e medos existenciais nos apresentam poesias que oscilam entre o extremismo romântico e a dramaticidade de ser. Nascem através da inquietude da autora, ao observar o mundo e sua fragilidade diante dele. Escrito com extrema sensibilidade, busca o entendimento, a superação do vazio existencial e principalmente, a superação de si mesma. Analíticos, já trazem as respostas dentro de si. Expondo uma alma que ao mesmo tempo que busca ajuda ou consolo quando escreve, consegue ser surpreendentemente consolada por poemas tristes e exageradamente dramáticos. Tão dramático como quando explica: “Escrevo com meu sangue, sem maldade.”
Leia Mais ►

segunda-feira, 16 de março de 2015

Entrevista com Luiz Ferreira da Silva - Autor de: VELHOS TEMPOS DE INFÂNCIA

O autor é natural da Cidade de Coruripe, Alagoas. Veio para Maceió em 1950 onde concluiu o curso secundário. No Rio, formou-se em Agronomia pela UFRRJ. Especializou-se em Solos e foi Pesquisador da CEPLAC/BA, período no qual publicou 75 artigos científicos e 5 livros técnicos consentâneos.
Depois de aposentado, passou a se dedicar a literatura e publicou 13 livros, abrangendo crônicas e ficção, 8 dos quais pelo Grupo Editorial Scortecci.



Trata-se de lembranças de infância vivida no interior do Nordeste, no período de 1937 a 1949. O autor enaltece o nível educacional que recebera através da Escola Pública de qualidade; o dia-a-dia das crianças eivado de criatividade e gosto pela Natureza, absorvendo os seus ensinamentos, básicos para o futuro; o mundo lúdico infantil da época e a rígida educação doméstica. Finaliza com uma discussão sobre o hoje e fornece subsídios para o desenvolvimento sustentável de sua terra, cujos recursos naturais foram deteriorados com a monocultura da cana-de-açúcar.
Leia Mais ►

sexta-feira, 13 de março de 2015

Entrevista com Alex Moura - Autor de: AS FLORES NASCEM POR AMOR

Alex Moura
Brasileiro, nascido em Surubim, Pernambuco, no dia 24 de março de 1978. Professor de História, e Pós-graduação em História do Brasil, casado, pai...residente na cidade de Santa Maria do Cambucá, estado de Pernambuco. Desenvolve em sus ideologias a realização dos sonhos com a força de um sentimento que para muitos é esquecido: o Amor.



Na busca da essência familiar, tentei resgatar as razões do amor. A imaginação da pureza  e dos valores retratando um amor fiel entre o convívio familiar. Meu refúgio literário foi a Itália, século XVII, o amor de dois irmãos irá trilhar este romance  onde será possível navegar em palavras sinceras e fraternas entre os irmãos Pietro e Paolo e uma mulher chamada Clarisse.



Leia Mais ►

quinta-feira, 12 de março de 2015

Entrevista com Sami Tebechrani - Autor de:  ANOS 1950 - HISTÓRIA, HISTÓRIAS E MEMÓRIAS DO COTIDIANO

Sami Tebechrani
Nasceu em 1939, na cidade de Batatais, interior do Estado de São Paulo. É engenheiro pela FEI-PUCSP, pós-graduado em administração de empresas pela EAESP-FGV e bacharel em ciências sociais pela FFLCH-USP. É autor de Uma dúzia de pequenos contos contados – Editora Scortecci – 2014.







Anos 1950 - História, Histórias e Memórias do Cotidiano - Vol. 1 e Vol. 2
Viaje no tempo! É meados do século XX!
O período vai do término da Segunda Guerra Mundial em 1945 até o golpe militar no Brasil em 1964. O cenário é constituído por uma pequena cidade onde você participa do seu dia a dia e ouve ou lê as notícias dos principais acontecimentos do mundo, do país e da comunidade. A televisão ainda não chegou. No começo, o cinema apresenta a maioria dos filmes em preto e branco e alguns deles mudos; a escrita ainda é manual, com a pena molhada na tinta do tinteiro e secada com mata-borrão; no escritório pode ser datilografado um texto em uma máquina de escrever manual; para a obtenção de cópias, é usado o mimeógrafo; Um aluno de engenharia, para fazer contas, usa uma régua de cálculo. Computador, celular e internet para o público ainda são ficção.
Você liga o rádio a válvula e, apesar dos ruídos, ouve as notícias do Repórter Esso. A maioria delas tem vínculo com o clima da Guerra Fria; conflitos regionais estão na ordem do dia, como as Guerras da Coreia e do Vietnã, as Revoluções Chinesa e Cubana e tantos outros enfrentamentos no mundo. Começa a conquista do espaço. No Brasil político, dois eventos são marcantes e permeados de tramas golpistas: o suicídio do Presidente Vargas e a renúncia do Presidente Jânio Quadros. Surge Brasília. A indústria automobilística é implantada. O Brasil perde o Mundial de Futebol em 1950, no Maracanã, porém sagra-se campeão em 1958 e 1962. E assim são apontados outros acontecimentos notáveis...
Leia Mais ►

sábado, 7 de março de 2015

Curso - Como Montar e Administrar com Sucesso uma Editora - 14/03/2015 - Sábado



O negócio do livro. Mercado editorial: direitos e deveres de cada um. A relação Autor x Editora. Montando uma editora: mobiliário, capital inicial e capital de giro. Impostos, obrigações e isenções fiscais. Produção e etapas de uma publicação. Formatos e tipos de Papéis. Orçamento e acabamento gráfico. 

A distribuição e os principais canais de comercialização. Tendências e oportunidades. A Internet e o fenômeno da Cauda Longa. Quando imprimir offset ou digital, pequenas tiragens e o livro sob demanda. Web-to-Print, livro eletrônico e novas tecnologias.

Data 14 de março de 2015 - Sábado
Horário: das 9h00 às 16h00 –
 1 hora de intervalo
Docente: João Scortecci
Preço único: R$ 195,00
Inscrições
Local: Espaço Scortecci
Rua Dep. Lacerda Franco, 96
CEP 05418-010 - Bairro de Pinheiros, São Paulo, SP
Estação do metro Faria Lima - Saída Teodoro Sampaio

João Scortecci - Escritor, Editor, Gráfico e Livreiro. Diretor-Presidente do Grupo Editorial Scortecci. Foi conselheiro da CNIC, Lei Rouanet, do Ministério da Cultura, de 1997 até 2006. Diretor-Adjunto e Vice-Presidente da Câmara Brasileira do Livro, em três gestões. Membro do GEDIGI e do GE-EDITORIAL da Abigraf–SP. Palestrante e Consultor em Negócios com Livros. Diretor do Espaço Scortecci e Docente da Escola do Escritor. É editor do portal Amigos do Livro e coautor do livro Guia do Profissional do Livro - Informações importantes para quem quer escrever e publicar um livro.
Leia Mais ►

sexta-feira, 6 de março de 2015

Entrevista com Claudio Costa - Autor de: VIDA EM PENSAMENTO

É formado em Medicina e professor associado de Filosofia na UFRN, tendo feito mestrado em Filosofia na UFRJ e doutorado na Universidade de Konstanz (Alemanha), além de pós-doutorado nas universidades de Berkeley, Oxford, Konstanz e na Hochschule für Philosophie, em Munique. Entre suas publicações encontram-se Lines of Thought: Rethinking Philosophical Assumptions (Cambridge: Cambridge Scholars Publishing, 2014) e Paisagens conceituais: ensaios filosóficos (Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2011).

Esta autobiografia intelectual é uma versão expandida de um memorial aprovado em concurso. A atual versão é aqui publicada devido ao seu interesse didático. Questões fundamentais da filosofia contemporânea, como as do significado, da verdade, da definição de conhecimento, do ceticismo, da indução, do livre-arbítrio, da conduta moral, do significado da vida e da existência de Deus são aqui introduzidas e exploradas sob uma perspectiva pessoal.



Leia Mais ►

quinta-feira, 5 de março de 2015

Entrevista com Dolores Flor da Cruz Leite - Autora de: AUTORES MATO-GROSSENSES

 Dolores Flor da Cruz Leite
Nasceu em Querência do Norte (PR) e reside atualmente na cidade de Sinop (MT). É graduada em Letras e especialista em Docência para o Ensino Superior. Sonhadora com as artes literárias, cultiva em sua vida o romantismo e evidencia a relevância do amor na instigante teia existencial das pessoas através de seus poemas. Nas artes plásticas, busca a beleza e a ternura em obras decorativas. Em 2002 lançou seu primeiro livro de poesias, intitulado Minha Esperança em Você, e em 2005 lançou Miragem – Faces de uma Paixão, em meio a outras participações poéticas em coletâneas regionais e nacionais.

O livro conta com a participação de vários poetas Mato-grossense, nosso objetivo é divulgar nossos talentos e nossa cultura. O tema é livre.
Embora as belezas de Mato Grosso sejam bem percebidas em suas paisagens, artes e pessoas, ainda assim há muito a se conhecer e a admirar. Esta coletânea,nos possibilita vivenciar um pouco mais dessa terra tão abençoada. Pois os poemas que neste livro se encontram são de belezas e diversidades ímpares, tal como nosso Mato Grosso, onde o diverso e belo se fundem em simplicidades, juventudes, experiências, amores e, acima de tudo, nos sonhos que inspiram e motivam a alma humana.
Leia Mais ►

quarta-feira, 4 de março de 2015

Entrevista com Maria do Carmo Lacerda - Autora de: ALÉM DOS CINCO SENTIDOS

Maria do Carmo Lacerda
É mineira de Januária, graduada em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e em Biblioteconomia pela Escola de Sociologia e Política da Universidade de São Paulo (USP). Reside atualmente em Alfenas (MG), após períodos de residência em Belo Horizonte (MG) e em São Paulo (SP).
Publicou dois romances: "Luz de Miraíses" (1989) e "As Orelhas de Mickey Mouse" (l993), sendo que o último lhe rendeu o Prêmio BDMG Cultural de Literatura.
Mais tarde, a autora voltou sua produção para a poesia, publicando as obras "(In)Transparências" (2009) e "A Nave Azul"(2012).
Em 2015 lança sua mais recente obra poética "Além dos Cinco Sentidos".



É o terceiro livro de poemas da autora.
O que está além dos cinco sentidos ? Em uma palavra: o sentimento.
As muitas formas do amor, as sensações captadas pelos sentidos, são alçadas, pelo sentir, às mais puras emoções possíveis ao ser humano.
Os dois primeiros segmentos do livro trazem poemas que refletem os encantamentos da presença do amor.
O tema central do terceiro e quarto segmentos é a luta do homem para transcender seus limites e alcançar, através do amor, a compreensão do sentido da vida.
Pelo exemplo de seres iluminados, os poemas falam da possibilidade de transcendência do homem, procurando também conhecer o que extrapola o espaço-tempo, bem como revelar os muitos caminhos do sentir.
Leia Mais ►

terça-feira, 3 de março de 2015

Entrevista com José Mendes de Oliveira - Autor de: DA CONSCIÊNCIA COMPORTADA À DIALÉTICA DA EXISTÊNCIA: UM CONFRONTO DE DURKHEIM E FREUD

José Mendes de Oliveira
Nasceu no Núcleo Bandeirante, cidade satélite de Brasília – DF, em 1960. Formado em Ciências Sociais (Habilitação em Antropologia) pela Universidade de Brasília, obteve nessa mesma Instituição o título de Mestre em Sociologia em 1988. Atuou como docente no ensino superior, por cerca de doze anos, nas áreas de Antropologia Cultural, Sociologia Geral, Sociologia da Arte, Sociologia da Educação e Ética. Foi professor da União Pioneira de Integração Social (UPIS) e da Faculdade de Artes Dulcina de Moraes (FADM) entre os anos de 1986 e 2003. Trabalha desde 1988 na Escola Nacional de Administração Pública – ENAP, onde desenvolve atividades referentes à concepção, elaboração, execução e avaliação de projetos de ensino destinados à capacitação de servidores públicos. Entre os seus temas de leitura favoritos encontram-se além da sociologia, antropologia e psicanálise, estudos relativos à filosofia, educação, artes e literatura, teoria política e história, além da leitura dos quadrinhos, destacando-se o trabalho de Bill Watterson.

Constitui exercício de reflexão sobre a sociologia formulada por Emile Durkheim, mais precisamente no que se refere à abordagem da dimensão normativa da vida social e sua relação com a individualidade dos sujeitos. Essa questão é problematizada observando-se o conceito de consciência em sua expressão coletiva e individual e os aspectos concernentes às representações (eixo da cultura) e distorções da percepção (eixo do conhecimento). O confronto dos aportes teóricos de Durkheim com a teoria psicanalítica permite ao autor, ao mesmo tempo, considerar o reducionismo sociológico de um ponto de vista crítico e verificar em que sentido os conceitos formulados por Sigmund Freud podem contribuir para enriquecer o debate sobre as mediações entre a vida coletiva e o indivíduo no contexto da Teoria Sociológica.
Leia Mais ►

segunda-feira, 2 de março de 2015

Entrevista com Elson Malvão - Autor de: LUCI E O VENTO

Elson Malvão
Nasci em Angra dos Reis-Rj. Moro em Santo André no ABC paulista.Sou funcionário público na cidade de São Caetano do Sul.Sou casado e tenho uma filha. Sou autor de poesias, contos infantis e um romance.

Luci é uma criança feliz e destemida. Convidada à um passeio por seu amigo vento, vive uma grande aventura. Descobre, então que viveu entre a fantasia e a realidade.







Leia Mais ►